terça-feira, 18 de setembro de 2018

#243 - #cansadodeserenganado

Quem me conhece sabe que eu sou um cara brincalhão e tenho usado bastante o jargão "#cansadodeserenganado". Todavia, vejo que está chegando a hora de parar de enganar as pessoas. Por incrível que pareça, tenho sim, enganado as pessoas com tamanha felicidade que tenho demonstrado nas fotos do Instagram e Facebook, nas frases de superação etc. Não quer dizer que não esteja correndo atrás dessa felicidade, mas a partir do momento em que tive a pessoa mais especial que eu conheci (além de todos os nossos sonhos profissionais) "tirada" de mim. Agora entendo o maior dos sentimentos que tantos músicos cantam, autores escrevem e diretores filmam. O amor é, de fato, um sentimento nobre e o mais belo de todos. E tal sentimento pode nos levar ao ápice da alegria ou ao extremo da tortura, quando não correspondido. Mas como dizia, sabiamente, São Francisco de Assis: "melhor amar que ser amado", tal tarefa simples e muito menos de ser compreendido entre nós humanos, que guardamos frustrações e tristezas de todo tipo. Mas voltando ao "enganar"... há muito tenho enganado as pessoas com um certo ar de "felicidade" nas redes sociais. Na verdade, não, não estou feliz... fui "golpeado" por uma pessoa que tirou de mim todas as minhas economias e deixou-me em estado falimentar, não tenho uma família que me apoie no que eu preciso, mas ajuda da melhor maneira "A La PT", com "uma ajudinha aqui outra acolá", o meu melhor amigo e a pessoa que eu mais confiava e amava foi "roubada" de mim, meus ex-namorados estão bem, graças a Deus, todos viajando para além do nosso país e felizes (não, não os invejo, pois sempre e ainda busco meu lugar ao Sol) e meus parentes são todos distantes, ignorando que um dia estivemos juntos em volta à mesa de Natal. Amigos... aaaaahhhh! Não sei o que é ter um amigo e quando muito, tenho 2 ou 3 amigas mas que não são àquelas que estão sempre conosco (como nos filmes de romance) e têm seus afazeres. Me sinto só e deixado de lado e isso é algo que não desejo ao meu pior inimigo. Mas tenho que continuar enganando as pessoas que "estou feliz", "estou bem" e assim vou levando a vida de um solitário, canceriano, botafoguense, portelense e gay... Tento agarrar-me à fé, na tentativa de superar essa fase tão ruim para quem quer que seja (da solidão) e compreender tudo que se passa em minha volta e comigo. Mas de uma coisa é certa: não desviarei o rumo de meu caráter e muito menos vou deixar de amar quem um dia amou-me de verdade e sinceridade, que me recebia com brilho nos olhos que eu jamais vi em outra pessoa. Não consigo enganar meu coração e então, vamos que vamos à luta.
¿Beijos!


terça-feira, 21 de agosto de 2018

#242 - Contradição

Logo você, honesto e defensor de princípios mais elevados e ser cúmplice na subtração dos bens alheios, ante a conquista através de esforço e trabalho próprio.

Logo você, sensível à causa das pessoas, simplesmente vira as costas para o seu melhor amigo, no momento em que ele mais precisou de alguém ao lado dele.

Logo você, frequentador assíduo da igreja, largar tudo que aprendeu para frequentar terreiro de magia negra, ainda que de forma inconsciente, sem sequer investigar aonde estava pisando.

Logo você, disposto a construir uma vida próspera, com trabalho e honestidade, deixar de lado seus sonhos para usufruir daquilo que não o pertence, deixando de lado o gosto da vitória, da conquista.

Logo você, pacato e a favor da paz, sendo cúmplice da destruição alheia (via magia negra) e não fez nada para impedir.

Logo você, tão conhecedor de mim, deixou-se acatar a sugestões maliciosas, mentirosas e até imorais a meu respeito, esquecendo que somos amigos há tanto tempo que não somos capazes de lembrar, só de sentir, mas deixando-me de lado como se fosse eu o seu inimigo.

Logo você, tão inteligente e tão inocente, deixou-se levar pelas artimanhas daquelas que lhe sorriem na frente e atacando pelas costas, dormindo ou acordado, te levando a mentir e viver uma vida infeliz.

Logo você... a pessoa que eu jamais vou esquecer e que estou disposto a ajudar e perdoar, porque você foi só mais uma vítima como eu...

¿Beijos!


domingo, 29 de julho de 2018

#241 - A Influência dos filmes em nossas vidas...

Desde que conheci uma pessoa, há muito e muito tempo atrás, comecei a gostar de filmes e passar a percebê-los com mais profundidade e tentando entender a essência de cada um deles. E nesse mundo da sétima arte percebi que, em muitas produções, há um chamado para reflexão íntima e moral aonde princípios éticos, de respeito ao próximo e amor verdadeiro são citados, ainda que indiretamente, sejam nos fatos do cotidiano ou na forma de ficção cietífica.
A verdade é que as mensagens transmitidas nos filmes nem sempre são absorvidas pela maioria das pessoas que os assistem, ficando apenas registrado a superficialidade das cenas e suas tecnologias para transformar a história em bests sellers dos efeitos especiais.
Tem muita aventura, ação, emoção e pouca reflexão por parte dos expectadores. Não quero dizer que com isso, as pessoas devam mudar suas personalidades e passarem a agir como os "personagens", mas proponho sim, um convite para repensar o modo em que vivem e agem consigo mesmos e com a sociedade num modo geral. Um grande exemplo está no filme Star Wars, onde mostra como os habitantes de diversas comunidades convivem bem uns com os outros, respeitando todas as suas diferenças, inclusive a  mais óbvia que é referente às suas raças. Outro filme de ficção que nos leva a reflexão sobre o amor e solidariedade é ET- o Extraterrestre, aonde uma criança e um alienígena criam um vínculo de amor que vai muito além de nossa compreensão. E o que dizer dos filmes "baseados em fatos reais", aonde mostram a superação diante das dificuldades das pessoas e a perseguição de seus sonhos, com histórias impressionantes? Apesar de algumas dessas histórias serem tristes, em sua maioria mostra algo que todos precisamos para nossas vidas - a superação diante das dificuldades. Filmes como "Para Sempre", "Gonzaga - De Pai pra Filho", "Orações para Boby", "Chico Xavier", "Sempre ao Seu Lado", entre tantos outros títulos, nos mostram como é simples podermos ser melhores um para com os outros. Exemplo de pessoas simples que romperam barreiras em busca de um ideal, um propósito profissional ou um grande e verdadeiro amor.., E como não poderia ser diferente, meu gênero preferido é o drama (dizem que é culpa do signo de Câncer), com bastante romance, mas não me fixo somente neste, deixando de lado somente as "comédias" no estilo besteirol. Porém, como um eterno apaixonado, não dispenso as belas histórias de amor aonde só esse sentimento tão nobre e bonito superam adversidades e todo tipo de barreira - típicos "Romeu e Julieta". Ainda sonho em encontrar (ou ser encontrado) pelo meu príncipe encantado. Aliás, acredito que já nos encontramos, mas apesar vivermos no mesmo tempo calendário, estamos em "tempos" diferentes e cabe então a mim decidir se vivo essa linda história de amor ou continuo numa busca tão fácil quanto "encontrar uma agulha num palheiro". Por hora, sigo o meu coração, a exemplo dos atores Rachel McAdams e Channing Tatum que interpretaram um casal, cujo esposo não desistiu de reconquistar a mulher, que havia perdido a memória. E eu não vou perdê-lo da memória, jamais.
¿Beijos!