quarta-feira, 10 de outubro de 2007

#84 - Sinto Muito! Nunca te amei.

Apesar da frase ser um pouco "forte", infelizmente, essa é a realidade da maioria das pessoas que buscam o "príncipe ou princesa" encantados. Enquanto escrevo este texto, penso comigo mesmo o que seria de mim se tivesse feito Psicologia ao invés de Administração, face as observações que faço ao meu redor. Voltando ao assunto em epígrafe...
Está aí uma frase que já perdi as contas de quantas vezes ouvi indiretamente. Foram vários encontros, várias conversas, várias noites nem tão "perdidas", várias promessas, para que no dia seguinte eu saber que tudo que houve nas horas anteriores não passou de um conto de fadas, aonde a Cinderela virá um jiló e tudo não passou de um momento de prazer.
Sexo sem compromisso eu até topo em fazer, mas daí a ficar ouvindo juras de amor e promessas de um futuro feliz ao lado de alguém que não passará daquela noite, é muito escroto. Infelizmente, algumas pessoas usam desse artifício para conseguir o sexo barato ou de alguém que se faça de difícil ou demonstre a intenção de compromisso sério. Já ouvi muitos lamentos de amigas e amigos que "cairam" nesse tipo de conto e então cheguei a conclusão que é algo do próprio homem e não simplesmente dos gays ou héteros.
Algumas pessoas, hoje, julgam-me "apressado" quando eu peço uma definição sobre o que querem de fato e todo esse marasmo por parte delas faz-me chegar a seguinte conclusão: "ninguém quer nada com coisa alguma".
Além do fato de cobrarem a tal da "química", que sempre discordei, pois se eu não gostar de estar do lado da pessoa no dia-a-dia, de nada vale para mim sentir tesão por ela. Talvez esteja aí a explicação a respeito dos "casais modernos" que se entrelaçam na cama durante a noite com outros caras e saem com o namorado e amigos durante o dia.
Para quem se sente confortável com esse tipo de relacionamento (e já conheci muitos), parabéns, mas não me metam nesse tipo de relacionamento.
¿Abraços!

8 comentários:

Alberto Pereira Jr. disse...

também não tenho nada contra sexo casual... mas fingir amor para se conseguir isso é o fim da picada...

acho que as pessoas chegaram a um ponto tão grande de solidão que se apressam e dizem sentir aquilo que não tem certeza.. e isso é ruim tanto para quem ouve.. qto para quem diz a tão sonhada frase: Eu te amo

OS Z ETES disse...

Temos medo do incerto e isso se afirma porque queremos sempre alguém para nos segurar. Mesmo que seja um amigo. O que me apavora não é uma noite e sim a consideração dessa noite! É necessário que tudo seja claro.
Eu não quero ser descarga de ninguém!
Ainda que seja passageiro, eu quero que seja bom, proveitoso e sem ilusão!

André Hottër disse...

Moço, passei para dar um oi mas ainda essa semana volto pra ler seus posts que tanto gosto.... prometo.

Lílian Rose Black disse...

saudações! bem, eu sou do tipo q prefere só ter relacionamentos sérios, e ñ foi só uma vez q me prometeram amor + na verdade só queriam trepar... e eu acredito sempre, claro. ¬¬ c bem q tenho pavor desse negócio d q bjo, carícia, sexo só dps do casamento na Igreja e blá blá blá.
e sobre o seu comentário, parece q a gente nunk tá satisfeito com o q tem mesmo né? o negócio é ter o q os outros tem... e ñ deixa d ser nisso q se baseiam a maioria das propagandas: tenha, o seu vizinho tem tbm, e vc ñ vai querer ficar d fora né?
bjos

Milkshake disse...

é realmente duro você ouvir uma coisa que sabe que não é real!
Mas a pior de todas é ouvir de outra pessoa que você se relaciona serio um "TE AMO", e um tempo depois descobrir que era tudo da boca pra fora!

André Hottër disse...

Esse seu texto é a mais pura verdade. As pessoas hj não querem nada com mais ninguém, e quem espera fica a fantasiar.
Eu lembrei de um cara que fiquei e no nosso primeiro encontro me pediu em namoro, no segundo ja queria me levar para o Motel, no terceiro encontro fomos ao hotel e eu nada fiz, ele para me comover chorou, tadinho...
Até hj temos amizade, mas em nosso "namoro" assim que fui pra cama com ele 2 vezes o mesmo acabou.

Clébio disse...

Olha nem sei o que pensar a respeito dos relacionamentos. Simplesmente: qnd tem que acontecer acontece! Não adianta fantasiar, encucar, fazer planos. Bom é deixar rolar e nunca, digo, nunca, seguir os padrões heterossesuais de relacionamento. Depois de um periodo, é bom fazer acordos sobre traição e ficar com outras pessoas para que não aja nenhum mal entendido.
Bjs!

Clébio disse...

O jeito meu caro é curtir cada momento antes que as coisas boas explodam na sua cara como uma bomba. Sexo por sexo é bom, namorar é bom, mas concordo com vc: a mentira é insuportável. Eu prefiro a sinceridade desde o primeiro momento doq eu ficar naquele chove não molha que só cria expectativas.
Discordo de vc qnt a quimica... As pessoas que a gente não sente tesão acabam virando amigos. Um relacionamento sério tem que ter os dois: companheirismo durante o dia e tesão durante a noite!
Abçs!