domingo, 6 de abril de 2008

#102 - Atendendo a pedidos... Amor ou Paixão?

Hão os que me achem louco, outros inconseqüente, sem juízo e até mesmo idiota. O que sou de fato? Já tentei de várias maneiras entender o que esse sentimento significa. Descobri bastante, não só com a ajuda da leitura, mas também com o tempo, com a escola da vida, com estudo do comportamento humano e social e também na religião. Descobri que há uma sutil diferença entre amor e paixão.
Já fui apaixonado várias vezes e não tinha noção do que era amor de verdade. Um velho conhecido, o Kei, dizia que a paixão é o começo do amor. A maioria não concorda com essa aproximação (até mesmo meus não amigos) e muitos apostam na minha infelicidade e tristeza. Há muito tempo não temo minhas atitudes e estou mais do que certo que minha aproximação com o Rodrigo Bispo não trará tristeza alguma, tendo em vista que já sofri tudo o que tinha que sofrer por ele (inclusive aguentar uma bela depressão), ocorrida há mais ou menos 4 anos atrás. Aprendi muito mesmo e agradeço a ele.
Não considero tal fato como derrota ou fracasso mas sim aprendizado. Isso foi paixão. Paixão louca e cega, que despertou em mim a necessidade de enxergar, abrir os olhos para o mundo cruel e para uma realidade cheia de paradigmas a serem quebrados, além da necessidade de viver sem ter a vergonha de ser feliz, independente de críticas ou observações maliciosas a meu respeito ou de quem quer que seja.
E o que sobrou de todo esse sentimento inflamado? O Amor!
Descobri, depois de vários relacionamentos, que o amor é um sentimento nobre e bonito e não uma paixão cega que não nos deixa viver. O amor é superior a tudo (podemos amar ao mundo, desde que estejamos prontos a nos amar primeiro) e hoje posso afirmar que o amo, mas não mais do que a mim mesmo. Estou feliz comigo mesmo por saber que amo (seja lá quem for) e não sou contagiado por paixões, ciúmes doentios ou coisas do gênero. Hoje, amo (além de mim) minha família, meus amigos, tudo o que tenho, uma coisinha muito fofa de Curitiba e fico feliz por saber que sou amado. O mundo é grande e grande é maior ainda a quantidade de pessoas que fazemos trocas diariamente. Tenho amigos (verdadeiros e não de boites ou bares) maravilhosos que posso contar a qualquer momento.
Só espero que ele seja feliz e que se algum dia tivermos algo além do coleguismo (pois a amizade é a base para qualquer relacionamento e isso não temos), seja muito legal e que sirva de lição para aqueles que sempre torcem pela infelicidade alheia.
¿Beijos!

11 comentários:

Milkshake disse...

Paradigma. Adoro essa Palavra!

Tambem acho que meu tempo passou e passa no seu devido lugar, e como lhe falei pelo MSN, se nao fosse "aquela pessoa", eu nao conheceria você,ou mais sobre a vida. etc...Por isso nao guardo rancores!

Poderia comentar tanto, mas comentarios são apenas palavras.
O sentimento é o que importa.

beijinhos!

Rico Salles disse...

Olá Willian, vim ler suas reflexões.

Alberto Pereira Jr. disse...

realmente a amizade é uma forma de amor muito bonita..
eu ainda tneho muitas dúvidas entre paixão e amor.. não sei se realmente amei meu último namorado.. as vezes tneho essa dúvida.. o pior não sei se ainda o amo/estou apaixonado...

Anônimo disse...

Olá ,vim lhe dizer que se encontram abertas as inscrições para a terceira edição do Concurso Maravilhas Virtuais,se tiver interessado(a) inscreva-se e será um prazer para mim.Abraços.Mary


http://mariangela-brito.zip.net/

tertulías disse...

que bom ter (ainda) a capacidade de amar, nao é? só este fato já é motivo para levantar a moral de quqlquer um... como existem pessoas que nao sabem o que é o amor... ah, já ía esquecendo... programas culturais? passe pelo meu blog :-)) tudo de bom e até bereve!

RodrigoBrower disse...

Amor é algo diferente de paixão realmente, mas acredito que tenha vários significados, afinal amor nunca será igual para todo mundo, cada um o sente de uma forma, ai está a sua beleza; Bjss

Tarco Rosa disse...

Gostei do post, da forma positiva como vc analisa a situação. Lendo o anterior, percebo também como é interessante a forma como vc se mostra, sem vergonha de se mostrar num mundo em que o chavão é a promiscuidade...
Um abraço

André Kaworu disse...

Bom....eu conheço a história e fiquei feliz ao ler o que escrever, precebi que amadureceu e isso é empre bom. abraços e boa semana

Helena disse...

Acho que amor de fato é um sentimento inexplicavel, mas acima de tudo é estar feliz e bem consigo mesmo.
Espero que VOCE esteja feliz!!!
Bjos

Fabi disse...

Concordo com tudo, porém, não sei viver um amor sem paixão.
Paixão por mim, pelo outro pela vida...
Acredito que seja um conjunto.
Beijos

StUpiD bOY disse...

Adorei a foto.

Tem certas coisas que naun dependem de nos!

Vc sabe que apesar da ausencia te tenho no peito...

bjs